ir direto para o conteúdo ir direto para as editorias

Mapa-Mundi.com - Redefinindo o luxo de viajar - Turismo de Luxo, Cruzeiros, Arte e Design, Primeira Classe, Compras, Baladas

Buscar no Mapa-Mundi

Editorias


Por favor, verifique os dadados inseridos
Você está em: página inicial / viaje barato / anglomania

patrocínio: Mapa Mundi Concierge

Viaje Barato Assinar RSS Feed

Aumente o barato das suas viagens ou torne-as mais baratas

AngloMania

Luxo e talento nos salões do Metropolitan
  1. AngloMania

 Na segunda metade do século 18, Montesquieu e Voltaire chamavam a Inglaterra de "terra da razão, da liberdade e da tolerância". Os filósofos geraram o interesse das classes pensadoras européias pelo reino dos Windsor. Esse movimento, que começou ao nível das idéias, se transformou em uma questão estética: o estilo britânico passou a ditar a moda continental. Ícones da cultura inglesa, como a pompa da realeza e da aristocracia, a excentricidade de uns e a clássica elegância de outros, os gentlemans e as ladies foram usados pelos estilistas britânicos, que até hoje influenciam o modo de vestir dos elegantes em todo o mundo. Essa história é o foco da exposição AngloMania, que está montada no Metropolitan Museum, de Nova York. Para mostrar a evolução desse processo criativo, trajes dos séculos 18 e 19 foram alinhados junto a criações de designers como Richard Anderson, Paul Smith, Christopher Bailey, Manolo Blahnik, Stella McCartney e Ozwald Boateng. Aproveitando a ambientação de época das espetaculares salas da ala de artes decorativas inglesas do museu, a exposição leva o visitante a uma viagem no tempo. O Kirlington Park Room, um jardim de inverno trazido de um palácio da região rural de Oxfordshire, originalmente criado em 1748 e decorado com afrescos de frutas e flores, serve de ambiente para chapéus em forma de orquídeas criados por Philip Treacy. As criações de Alexander McQueen estam em um quarto de dormir vitoriano, do palácio de Hampton Court. As criações de Vivienne Westwood estam no salão Elisabetano (1595 - 1600). Ao mesmo tempo que a Inglaterra fazia sucesso no continente, era o estilo francês que dominava o imaginário dos ingleses. Para mostrar essa dicotomia, um espetacular vestido (foto) criado pelo inglês John Galiano para a Casa Dior, de Paris, está exibido na sala Croome Court, importada da cada de campo do 6º Earl de Coventry, construído em 1771, em puro estilo francês. A exposição estará aberta até o dia 4 de setembro de 2006.

Enviado por: Administrador
Data de publicação: 12/05/2006 - 00:00


Comente (0) comentários

Valor da soma incorreto
ler todos os comentários





© 2005-2010 Mapa Mundi por Eduardo Alves.
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.

Desenvolvido por: cliointeractive