ir direto para o conteúdo ir direto para as editorias

Mapa-Mundi.com - Redefinindo o luxo de viajar - Turismo de Luxo, Cruzeiros, Arte e Design, Primeira Classe, Compras, Baladas

Buscar no Mapa-Mundi


patrocínio: Mapa Mundi Concierge

Special Report Assinar RSS Feed

Afinal algumas as nossas aventuras merecem mais espaço

The St. Regis, New York

Luxo e requinte no endereço mais chic de Manhattan

A Trajetória do Mito

A Trajetória do Mito

Logo após herdar o hotel, Vincent, filho de John Jacob, vendeu a propriedade para a família Duque. Controladores dos monopólios do tabaco e da energia hidroelétrica na América, os novos donos, duplicaram o tamanho do hotel.

Em 1927, uma nova ala foi erguida ao longo da Rua 55. Um salão de baile foi inaugurado na cobertura e o hotel cresceu para os atuais 20 andares.

Em 1935, no auge da Grande Depressão, Vincent Astor comprou o hotel de volta dos Duke. Astor restaurou a reputação do St Regis, que voltou a ser o mais elegante de Nova York.

Vincent Astor morreu em 1959 e, no ano seguinte, o hotel foi vendido ao magnata mexicano Cesar Balsa. Em 1965, o hotel foi tombado pelo patrimônio histórico nacional. Um ano depois, a Starwood Hotels & Resorts comprou o The St. Regis.

Em 1988, o hotel fechou as portas. Em setembro de 1991 o The St Regis New York reabriu. A Starwood investira U$ 100 milhões no empreendimento, que se mantém até hoje, um dos hotéis mais luxuosos do mundo. Eu garanto!


« anteriorpróxima » de 7 páginas

Comente (0) comentários







 




. .

© 2005-2010 Mapa Mundi por Eduardo Alves.
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.

Desenvolvido por: cliointeractive