ir direto para o conteúdo ir direto para as editorias

Mapa-Mundi.com - Redefinindo o luxo de viajar - Turismo de Luxo, Cruzeiros, Arte e Design, Primeira Classe, Compras, Baladas

Buscar no Mapa-Mundi

Editorias


Você está em: página inicial / dicas / transporte de animais

patrocínio: Mapa Mundi Concierge

Dicas Assinar RSS Feed

Transporte de Animais

Transporte de Animais

1 - Informe-se no consulado do país que vai visitar sobre quais são os documentos necessários,

2 - Ao pegar as informações , informe a raça e a espécie do animal. A legislação varia bastante,

3 - Procure consultar o Ministério da Agricultura e o órgão responsável pela fiscalização ecológica do país .


O que o Brasil exige sobre a entrada de animais no país

1 - Certificado de que o animal não sofre de raiva.

2 - Guia do GTA (Guia de transporte de animal), fornecido pelo ministério da Agricultura do país de origem.

3 - Atestado que o animal não tem doença infectocontagiosa.

4 - Aprovação de todos os documentos pelo consulado.

5 - Autorização prévia do Ministério da Agricultura e do IBAMA para o embarque.

6 - Verificar se o animal é classificado como selvagem pelo IBAMA . Se sim , não pode entrar no país.


Como viajar com o animal dentro do Brasil

1 - Tenha a guia de transporte animal (GTA) para os dométicos . Tem validade de 7 dias para apenas um sentido da viagem.

2 - O animal deve viajar dentro de recipiente adequeado a seu tipo e tamanho , á prova de fulgas ou vazamentos . Fêmeas em período de gestação não podem viajar de avião.

3- Faça reserva para o animal no mínimo 48 horas de antecedência.

4 - No embarque tenha em mão um atestado de sanidade animal, fornecido pela Secretaria Estadual de Agricultura, por algum posto do Departamento de Defesa Animal, ou pelo veterinário.

5 - Apresente o comprovante de vacinação anti- rábica para animais com idade acima de quatro meses, com nome do laboratório produtor e número de partida da vacina. A vacina deve ter sido aplicada num período mínimo de 30 dias máximos de um ano, antes da viagem.

6 - Normalmente , os animais são transportados no compartimento de cargas . Podem viajar na cabina em casos muito especiais e com o pagamento de taxa suplementar . As exceções valem para cães treinados acompanhando deficiente visuais , por exemplo.

7 - As companhias aéreas exoge que o animal tome um calmante quando viajar na cabine. O passageiro tem que apresentar a receita veterinária , com a dose de tranquilizante e o horário em que ele deve ser aplicado.




© 2005-2010 Mapa Mundi por Eduardo Alves.
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.

Desenvolvido por: cliointeractive