ir direto para o conteúdo ir direto para as editorias

Mapa-Mundi.com - Redefinindo o luxo de viajar - Turismo de Luxo, Cruzeiros, Arte e Design, Primeira Classe, Compras, Baladas

Buscar no Mapa-Mundi


Carnegie Hall

Sala de espetáculos reune virtuosos para noite histórica da música
« »
  1. Carnegie Hall
  2. Mutter e Orkis
  3.  Daniel Müller-Schott
  4. Mutter e Orkis
  5. O programa de virtuosos
  6. Carnegie Hall
  7. Carnegie Hall
  8. Carnegie Hall
  1.    Carnegie Hall
  2.    Mutter e Orkis
  3.     Daniel Müller-Schott
  4.    Mutter e Orkis
  5.    O programa de virtuosos
  6.    Carnegie Hall
  7.    Carnegie Hall
  8.    Carnegie Hall

A cena cultural de Nova York é uma das razões que me fazem voltar à cidade regularmente. Durante os sete anos nos quais fiz de Manhattan minha casa, aprendi que em qualquer dia da semana, é possível participar de um evento que passará a fazer parte da história. De alguma história. 

Na mais recente visita, a cidade não me decepcionou. Foram várias as experiências únicas que vivi em oito dias. Um desses momentos especiais se passou no legendário Carnegie Hall

Na noite de 12 de março, um piano de calda e uma banqueta era tudo que ocupava o enorme palco do Isaac Stern Auditorium. A maior sala e espetáculos do Carnegie estava pronta para receber virtuosos convidados.  

A noite começou com a estrela do evento, a violinista alemã, diva-suprema, Anne-Sophie Mutter subiu ao palco, ao lado do pianista Lambert Orkis. Naquela apresentação, eles comemoravam o 31º ano de colaboração. No programa, obras de Debussy, Mozart, Poulenc e Ravel.

Mutter construiu carreira graças ao som rico e brilhante do violino, mas também à presença de palco glamourosa. Naquela noite ela vestia um longo, Valentino, preto, com flores vermelhas bordadas discretamente na barra direita. Estava divina! 

Uma das poucas violinistas que consegue recitais individuais no grande salão de Carnegie, Anne-Sophie se apresentou de pé, durante toda a noite. Mutter se moveu como uma bailarina. Atraiu os ouvintes para um mundo de sons e movimentos, que iam do sussurro em quase silêncio, ao êxtase total. 

Na Sonata para violino de Debussy, em meio às notas desencarnadas da partitura, ela criou flutuações de calor e densidade. Na Segunda Sonata de Mozart, em Si bemol (K. 454), ela se tornou um veículo para jogos espirituosos e paqueradores, alegres e espirituosos. Na Sonata para violino de Poulenc, trouxe a platéia ao delírio.

No entanto, nesse momento, a noite ainda não tinha chegado ao climax. O destaque do recital seria a estréia mundial de “Ghost Trio”, obra do genial, Sebastian Currier, na qual Mutter e Orkis se juntaram ao espetacular violoncelista, Daniel Müller-Schott

Em nove movimentos sucintos, com títulos como “Remoto”, “Misterioso” e “Vigoroso”, a obra remeteu a trios de piano de Beethoven, Mendelssohn e outros: tudo com uma linguagem intrincada e emocionalmente focada.

Em dueto com a Mutter, a atuação de Orkis é infalivelmente atenciosa. Aqui seu brilhantismo técnico veio para a frente, enquanto o violoncelo amanteigado de Daniel Müller-Schott acrescentou profundidade e contorno.

No final, o autor, que estava na platéia, subiu ao palco e claramente emocionado agradeceu os aplausos da sala lotada. Lembra quando eu falei em “fazer história”: esse momento entrou para os livros.

Mas a noite ainda não tinha acabado. Anne-Sophie Mutter foi esposa de Andre Previn ​e permaneceu amiga íntima e colaboradora artística até a morte dele em 28 de fevereiro: 13 dias antes da apresentação.

Depois de uma eulogia verdadeira, emocionante e espontânea, os três músicos virtuosos interpretaram dois trabalhos de Previn como encores. Ela os dedicou a ele - "onde quer que esteja agora", disse ela com um gesto em espiral, tomando o ar ao redor e acima dela. Surreal.

 

 

 


Inaugurado em 1891, o Carnegie Hall é um das salas de espetáculo mais cobiçadas pelos grandes artistas. Durante o ano todo, a programação é intensa e variada. Nova York é uma cidade linda. Divertida e cheia de novidades. Mas, se você realmente aspira viver momentos extraordinários, tens que se programar. Entre no site do Carnegie Hall e garanta ingressos com antecedência. Vale a pena.

Enviado por: Administrador
Data de publicação: 04/04/2019 - 10:29


Comente








Magic Village

© 2005-2010 Mapa Mundi por Eduardo Alves.
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.

Desenvolvido por: cliointeractive