ir direto para o conteúdo ir direto para as editorias

Mapa-Mundi.com - Redefinindo o luxo de viajar - Turismo de Luxo, Cruzeiros, Arte e Design, Primeira Classe, Compras, Baladas

Buscar no Mapa-Mundi

Editorias


Você está em: página inicial / arte e design / alhambra, espanha

patrocínio: Mapa Mundi Concierge

Arte e Design Assinar RSS Feed

Novidades nos mundos das artes, espetáculos e design

Alhambra, Espanha

A maravilhosa cidadela moura, debruçada sobre a cidade de Granada
« »
  1. Alhambra
  2. Alhambra
  3. Alhambra
  4. Alhambra
  5. Alhambra
  6. Alhambra
  7. Alhambra
  8. Alhambra
  9. Alhambra
  1. Alhambra, Espanha
  2. Alhambra Alhambra
  3. Alhambra Alhambra
  4. Alhambra Alhambra
  5. Alhambra Alhambra
  6. Alhambra Alhambra
  7. Alhambra Alhambra
  8. Alhambra Alhambra
  9. Alhambra Alhambra
  10. Alhambra Alhambra

Títulos à parte, Alhambra  é uma da Maravilhas do Mundo. Situada no alto da colina de La Sabika, que domina a cidade de Granada, na Andaluzia, Alhambra é um espetáculo da aquitetura e da engenhosidade humana.

Visitar este enorme monumento, vale uma viagem até o sul da Espanha.

Alhambra é na verdade um complexo de palácios e fortalezas que serviram aos mouros, da Dinastia Nasrida, e também à corte do Reino Católico de Granada. Apesar de imponente por fora, o verdadeiro atrativo, está nos interiores. A decoração revela o auge e a opulência da arte islâmica, e do renascimento europeu.

Ao todo são 740 metros de comprimento por 205 metros de largura cobrindo uma área de cerca de 142 000 m². Nesta área estão vários palácios, cercados por uma muralha, flanqueada por 13 torres, algumas defensivas e outras destinadas a providenciar vistas panorâmicas para os moradores.

Dos seis palácios, cinco estão agrupados no quadrante nordeste formando um quarteirão real; com duas torres circulares e numerosos pátios de banhos. Assim, durante o domínio da Dinastia Nasrida, esta parte de Alhambra foi transformada numa cidade quase auto-suficiente, com hortas, pomares, áreas de criação de animais e sistema de irrigação próprio.

A maior parte de Alhambra foi construída entre 1248 e 1354, nos reinados de Maomé I e dos sucessores. Como Alhambra foi o último bastião do reino nasrida, suas muralhas concentraram os artistas e intelectuais mouros, que procuravam refúgio no decurso das vitórias cristãs por todo o al-Andalus. 

O domínio muçulmano de Granada chegou ao fim em 1492, quando os nasridas foram derrotados pelo Rei Fernando II de Aragão e pela Rainha Isabela de Castela. Depois dessa data, os conquistadores alteraram o complexo arquitetônico, para fazer da Alhambra um palácio real europeu. 

As pinturas inacabadas foram cobertas de cal; apagaram-se as decorações mouras e os azulejos dourados; o mobiliário foi destruído, ou levado para outros locais. No século 16, Carlos V reconstruiu partes do complexo, em estilo renascentista contemporâneo, destruindo grande parte do palácio de inverno para dar espaço a uma estrutura, que nunca chegou a ser concluída.

Filipe V (1700–1746) redecorou os quartos em estilo italiano. Em 1812, algumas das torres foram demolidas pelos franceses, comandados pelo Conde Sebastiani. O resto do edifício escapou por pouco - aliás, destruir era a intenção inicial de Napoleão. Contudo, um soldado incapacitado, querendo frustrar as intenções do seu comandante, desarmou alguns dos explosivos, salvando o que restava de Alhambra para a posteridade.

O Comité do Património Mundial da UNESCO declarou Alhambra e o Generalife de Granada, o anexo, como Património Cultural da Humanidade, em 1984. Cinco anos depois, o bairro do Albaicín (Al Albayzín), antiga cidade medieval muçulmana, que cerca as muralhas pelo lado de fora, obteve a mesma denominação, como extensão da declaração de Património Cultural da Humanidade de La Alhambra e do Generalife.

A Alhambra foi um dos 21 candidatos finalistas para a eleição das Novas Sete Maravilhas do Mundo. Embora, no final, não tenha conseguido arrebatar o título, Alhambra merece estar entre os mais belos monumentos do mundo.

Para conhecer é preciso reservar com antecedência. A Cidade de Granada limita o número diário de visitantes. A visita dura pelo menos 3 ou 4 horas. Se você puder, contrate um bom guia: faz toda a diferença.

Alhambra - Calle Real de la Alhambra, s/n, 18009 Granada, SpainTel: +34 958 02 79 71

 

Enviado por: Administrador
Data de publicação: 12/09/2016 - 12:41


Comente (0) comentários

ler todos os comentários





© 2005-2010 Mapa Mundi por Eduardo Alves.
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.

Desenvolvido por: cliointeractive